Encontraponto

Textos

Título: “O fantasma da classe ausente”: apontamentos para uma ensaio sobre o movimento da reforma sanitária
Autor: Encontraponto
Descrição: A discussão sobre o papel dos movimentos sociais na Reforma sanitária brasileira é um dos “nós críticos” da teoria formulada pelos seus próprios intelectuais. Como assinala Amélia Cohn, ao se identificar o que caracterizaria esta reforma como expressão de um movimento surgem alguns “fatos instigantes”: o de que os avanços na saúde “terem origem predominantemente no Executivo”, a dificuldade da literatura “identificar as forças políticas que compõem o movimento da Reforma Sanitária brasileira” (COHN, 1989). Examina-se esses “fatos instigantes”, o que requer o entendimento da dimensão de classe no processo histórico brasileiro a partir do golpe militar de 1964.
Enviado em: 10/06/2018
Formato: pdf
Tamanho: 110 KB
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras